INSCRIÇÕES DO FIES 2019 →【SAIBA COMO FUNCIONA】

Você conhece o Fundo de Financiamento Estudantil (FIES)? Trata-se de um dos maiores programas do Governo Federal para financiamento de mensalidades acadêmicas, saiba como realizar as inscrições do Fies 2019.

Alunos de universidades particulares podem contar com o apoio do Governo para pagar os valores mensais. Fazer a inscrição FIES é o primeiro passo para receber o financiamento.

Boa parte dos alunos das universidades particulares abandonam o curso por falta de dinheiro para quitar as mensalidades. Pensando nisso foi criado o FIES 2019, um programa de financiamento que atende aos alunos de baixa renda. O Governo paga as mensalidades dos aprovados no programa!

Como funciona o FIES 2019

O funcionamento do FIES é muito simples. Os alunos selecionados no programa passam a receber o auxílio do Governo, que pode corresponder a até 100% do valor da mensalidade. Também é possível optar por financiamentos menores, de parte do valor da mensalidade.

Para entender bem como se inscrever no Fies 2019 é preciso ter noção do conceito de financiamento. Aqueles que optam por financiar o valor das mensalidades para de pagar para a instituição de ensino. Uma terceira pessoa, no caso o Governo, assume esse compromisso.

Só depois de concluir o curso é que o aluno começa a quitar o débito. As taxas de juros são reduzidas, para que o aluno consiga pagar com tranquilidade. Detalhe importante diz respeito aos requisitos para participar do FIES. Além da questão salarial, é preciso contar com o suporte de um fiador.

INSCRIÇÕES DO FIES 2019

O fiador nada mais é do que a pessoa que garante o crédito. Para conceder o financiamento o Governo precisa de uma garantia, por menor que seja, de que o valor será pago pelo aluno ao final do curso. Caso o aluno não pague, o seu fiador é acionado, para que arque com a responsabilidade.

Além das vagas fixas distribuídas anualmente, os candidatos podem concorrer a uma das vagas remanescentes. São vagas decorrentes de desistência por parte de alunos selecionados no programa, em sua edição regular.

Não existe limite máximo para o financiamento. Isso significa que, se for selecionado, o Governo arcará com os custos, sejam eles quais foram. O limite mínimo de financiamento é R$50,00.

Agora que você já sabe como funciona o FIES 2019 inscrições, está na hora de desvendar o processo de inscrição. Não deixe de aproveitar a grande oportunidade de estudar com tranquilidade, sem se preocupar com o pagamento das mensalidades.

Processo de Inscrição

Todos os alunos devidamente matriculados em instituições particulares de ensino superior podem se inscrever no FIES. No entanto, alguns requisitos devem ser observados pelos interessados. O primeiro deles diz respeito à renda per capta familiar, que não pode ser superior a 3 salários mínimos.

Isso porque as inscrições para o FIES 2019 é um programa social voltado principalmente para alunos de baixa renda, que não tenham condições de arcar com o valor da mensalidade. Para descobrir a renda per capta basta somar o valor de todos os salários e proventos do grupo familiar e dividir pelo número de membros.

O segundo requisito para fazer inscrição no FIES é ter realizado o ENEM em uma de suas edições a partir de 2010. O candidato, além de ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio, deve ter alcançado a média de 450 pontos nas disciplinas e não ter zerado a redação.

Lembrando que as vagas disponíveis são distribuídas preferencialmente aos alunos mais necessitados. São eles que possuem maior chance de abandonar o curso em razão da falta de condições financeiras. Como você pode ver, a inscrição no FIES é para todos, desde que atendam aos requisitos básicos do programa.

Para simplificar, os requisitos são:

  • Ter realizado o ENEM em uma de suas edições (a partir de 2010);
  • Pontuação mínima de 450 pontos no Enem;
  • Não ter zerado a redação;
  • Renda familiar per capta de até três salários mínimos.

Inscrições do FIES 2019

As inscrições do FIES pode ser feita exclusivamente pela internet, através da página Fies Seleção. Os interessados devem acessar o endereço eletrônico e inserir o número do CPF – Cadastro de Pessoa Física.

A partir desse dado o sistema fará uma busca, identificando se o candidato realizou o ENEM após 2010 e as notas obtidas.

INSCRIÇÕES DO FIES 2019

Os prazos para inscrição FIES variam de acordo com o perfil do candidato. Existe diferença, por exemplo, entre o prazo para aqueles que nunca usaram o FIES e aqueles que já foram beneficiados pelo programa em edições anteriores. Para saber o prazo exato para se inscrever é só acompanhar as notícias sobre o programa.

Caso o sistema identifique que o candidato realizou o ENEM e que suas notas são suficientes para participação, uma senha deverá ser criada. Essa senha será utilizada para acompanhar as inscrições, realizar alterações cadastrais e concorrer às vagas remanescentes do programa.

Inscrição Aditamento FIES

Quem já é beneficiário do FIES, com certeza, já sabe o que significa o aditamento. Mas é provável que as pessoas quem ainda vão tentar o benefício apresentem dúvidas sobre essa palavrinha. Continue por aqui e confira todos os detalhes sobre o aditamento FIES 2019.

Ao longo do ano, para manter o aditamento FIES, o aluno precisa confirmar o contrato na Instituição onde estuda através do SisFIES. Somente através do aditamento você poderá garantir a continuidade do seu contrato FIES 2019.

O procedimento para o aditamento é extremamente simples e necessário. Quem não fizer corre o risco de perder de perder o benefício do FIES.

Há 2 aditamentos: o simplificado e o não simplificado. No simplificado, depois que aluno confirma os dados no SisFIES, sem a necessidade de alteração de dados, ele deve comparecer à CPSA e retirar o Documento de Regularidade de Matrícula (DRM).

Já o aditamento não simplificado, ocorre quando o aluno precisa fazer alguma mudança nos dados como troca de fiador, alteração da Instituição de Ensino, aumento no prazo de pagamento e o atraso nas parcelas trimestrais.

Os procedimentos para os casos de aditamento não simplificado são:

• Ao perceber que tem alguma informação errada, o aluno do FIES deve rejeitar a solicitação no SisFIES.
• Depois, é necessário entrar em contato com a CPSA da faculdade onde estuda e comunicar o ocorrido.
• Assim que receber o DRM, deve correr até a agência bancária onde assinou o contrato, em companhia do fiador (se for o caso), levando todos os documentos exigidos no processo.
• Para finalizar, é só formalizar as alterações.

O aditamento FIES 2019 só pode ser feito caso o pagamento trimestral esteja de forma correta.


Criado para ajudar pessoas de baixa renda, o FIES já beneficiou milhares de alunos. Todos os anos novas vagas são ofertadas, com taxa real de juro zero – os juros servem apenas para atualização monetária do valor das mensalidades. Você pode optar pelo financiamento da porcentagem que desejar, de 10 a 100% do valor da mensalidade.

Faça agora mesmo as inscrições do FIES 2019 e fique aliviado. Estude com menos preocupação, sabendo que o valor do curso será pago apenas depois da sua formação. Aproveite!

Professor Lucas CunhasEscrito por: Professor Lucas Cunha

Licenciado em Letras pela UFSC, Pós Graduado em Letras e Cultura pela University of Oxford e apaixonado por escrita web. Me sigam nas redes sociais:

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *